Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
procurar na gaveta
 
roupa no estendal

A Rici vai casar-se

roupa famosa

Teoria do Caos

O spiderman fez-me chorar...

Contadores de Anedotas

Quiche Lorraine

É na boa

Dez coisas que hoje me irritaram...

A Síndrome de Arlete

Generation Buraca

Feel like doin' it?

roupa na gaveta

Março 2014

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Fevereiro 2006

Novembro 2005

Agosto 2005

Abril 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004


escreve-nos! já!

arautosdoestendal@gmail

3 dabliús
tags no estendal

todas as tags

Domingo, 22 de Junho de 2008
A Rici vai casar-se

A Rici é uma colega que apareceu algures em Dezembro, para substituir aquela outra colega podre de boa que estava infelizmente grávida. A Rici, para as memórias mais degradadas, é uma rapariga ainda com poucas primaveras, mas com muito presunto na coxa. Rosto engraçado, com um sorriso bonito, cuida-se com primor, até pinta o cabelo, mas não consegue disfarçar os presuntos entre o umbigo e os tornozelos.

 
Esta semana, não me ocorre o dia com precisão, a Rici apareceu de saia de ganga até ao joelho. Ora, como é sabido, o tecido de ganga necessário para dar a volta àqueles dois presuntos tem uma área tal, que por pouco cobre um campo de futsal. Sendo até ao joelho, transforma aquela miúda numa matrona conservadora e impossibilitada de provocar a erecção a um homem normal. Mesmo assim, mesmo assim, há ali qualquer coisa que me transcende.
 
Por um lado, está o facto de, a par da saia, a Rici ter revelado comportamentos inesperados, nomeadamente posicionando-se na sala de convívio sentada com as pernas bem abertas. E, quando digo “pernas bem abertas”, posso adiantar números: amplitude do ângulo de abertura seguramente superior a 55º. Não fosse o mau estar automático que me provocam as gajas excessivamente reboliças, estaria aqui, agora, a dissertar sobre roupa interior e depilação feminina. Mas, o mau estar eminente foi mais forte que eu e fico-me pela amplitude do ângulo de abertura. Resta referir que a situação surgiu por mais que uma vez, em locais diferentes. Sobreaquecimento das virilhas? Who knows?...
 
Por outro lado, a Rici vai casar-se. Outro dia saiu a correr porque ia não sei onde “provar” o vestido de casamento. Eu olho e penso, para comigo, como é possível. Isto é, daqui por uns cinco anos, no máximo, a rapariga vai estar tão gorducha, tão rechonchuda, que terá que andar todos os dias equipada com “crampons” e “bastões de caminhada” (termos técnicos de montanhismo), para não começar a rebolar a cada passada. Enfim.
 
Eu até simpatizo com ela… mas… tem destas coisas… pickwick
tags no estendal: , ,
publicado por pickwick às 00:16
link | tocar à trombeta | favorito