Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
procurar na gaveta
 
roupa no estendal

Esta noite fui assediado ...

roupa famosa

Teoria do Caos

O spiderman fez-me chorar...

Contadores de Anedotas

Quiche Lorraine

É na boa

Dez coisas que hoje me irritaram...

A Síndrome de Arlete

Generation Buraca

Feel like doin' it?

roupa na gaveta

Março 2014

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Fevereiro 2006

Novembro 2005

Agosto 2005

Abril 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004


escreve-nos! já!

arautosdoestendal@gmail

3 dabliús
tags no estendal

todas as tags

Terça-feira, 7 de Setembro de 2004
Esta noite fui assediado pela Bárbara Guimarães

Hoje dei por mim a aconselhar um amigo meu. O tema era, (inevitavelmente, como diria o pickwick), gajas. E a verdade é que fiquei surpreendido com o que ia dizendo:
Ora, há a fase dos interesses comuns, em que as conversas giram em torno disso, ao mesmo tempo que se vão alargando os horizontes - introduzi eu, com aquele ar de sábio social tresloucado. Depois, chega a parte do cafezito, que complementa a fase anterior. Quem diz café, diz ópera, diz Scooby Doo ou mesmo um serão a observar o comportamento dos gansos patola no seu habitat natural. Aí, consoante fores vendo o teu espaço de manobra, atacas. Falas primeiro sobre o assunto, indirecta ou directamente, ou simplesmente atacas. Como achares melhor - rematei.
"Grande táctica, vais abrir uma agência de casamentos?" - perguntou, naif.
Não, isto é flirt, puro divertimento social. Toda a gente sabe os passos, mas a piada é jogar o jogo da sedução. Tal como na esgrima... tens de avançar e recuar, estudando os movimentos do teu adversário - qual comentador da RTP a comentar uma partida olímpica de florete. Depois há estratégias, claro. Basta seres tu próprio, e usares uma boa dose de boa disposição e romantismo. Talvez ajude um pouco de estilo self made cliché, "Até um esquilo conseguiria perceber como és bonita... e os esquilos vêem mal ao perto!" ou até, numa fase mais avançada...

Aviso: Todos os menores de 18 anos devem carregar neste preciso momento na combinação de teclas Alt+F4. Obrigado.

"Arrefinfava-te até teres o útero encostado à garganta." (para os menos esclarecidos, é obvio que nunca usaria esta frase, a menos que tentasse engatar uma ninfomaníaca. Pouco provável.)

E é nestas alturas que vida nos passa à frente... os namoricos da primária, de mãos dadas, inocentes; o primeiro beijo, a medo, atrapalhado, numa garagem, ao som de Savage Garden; a primeira paixão, por uma rapariga mais velha, onde sempre ia arrancando uns beijos, fugazes, mas bem saborosos; a irreverência do ciclo e a indecisão própria da idade; os primeiros namoros a sério, ainda que curtos; a alemã de Taizé, entre tantos outros flirts de ocasião, que gostou tanto ou tão pouco de mim que me deu morada e número de telefone errados; os flirts de férias, em que era urgente aproveitar o tempo; outro namoro, data de outras tantas aventuras, muito bons momentos a dois; e finalmente uma história acabada, ou talvez por acabar.... porque mesmo quando estamos parados, o Mundo continua a girar. (Que lindo!)
E sabe tão bem, o gosto de um beijo. riverfl0w

PS: O título serviu apenas para que lessem o post até ao fim. Espero que não se zanguem.

publicado por riverfl0w às 03:00
link | tocar à trombeta | toques de trombeta (6) | favorito