Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
procurar na gaveta
 
roupa no estendal

Alguém tem espaço no quin...

roupa famosa

Teoria do Caos

O spiderman fez-me chorar...

Contadores de Anedotas

Quiche Lorraine

É na boa

Dez coisas que hoje me irritaram...

A Síndrome de Arlete

Generation Buraca

Feel like doin' it?

roupa na gaveta

Março 2014

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Fevereiro 2006

Novembro 2005

Agosto 2005

Abril 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004


escreve-nos! já!

arautosdoestendal@gmail

3 dabliús
tags no estendal

todas as tags

Domingo, 6 de Agosto de 2006
Alguém tem espaço no quintal?
«Em 2005 a produção de batata fixou-se nas 738 mil toneladas, representando um decréscimo de 22% face ao ano anterior. Vários foram os factores que contribuíram para esta situação: por um lado, as condições climatéricas adversas ocorridas durante a época de sementeira e que condicionaram a prática da actividade em especial nas zonas do Entre Douro e Minho, Beira Litoral e Ribatejo e Oeste. Por outro lado, a forte retracção por parte dos produtores em plantar batata, como consequência das dificuldades de escoamento sentidas em 2004, ano em que se registou um excedente de produção. Por isso mesmo, a área utilizada para esta cultura passou de 62 mil hectares em 2004 para 57 mil hectares no ano em análise.

Refira-se que nos últimos anos tem-se assistido a uma significativa expansão da exportação deste produto, fundamentalmente como resultado da forte procura exterior, nomeadamente comunitária. A comprovar isto mesmo está o decréscimo de circulação da batata em território nacional.»

Fonte: Ministério da Agricultura

Resumindo, estamos a ficar sem batata. E eu pude comprová-lo in loco no meu almoço de ontem. riverfl0w



Poisson-épée avec demi de pomme de terre et une courroie de citron.

 

tags no estendal: , ,
publicado por riverfl0w às 23:54
link | tocar à trombeta | toques de trombeta (2) | favorito