Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arautos do Estendal

Ela, do alto das suas esbeltas e intrigantes pernas, veio caminhando quintal abaixo até ao estendal, dependurando a toalha onde, minutos antes, tinha limpo as últimas gotas de água. O Arauto viu, porque o Arauto estava lá. E tocou a trombeta.

Ela, do alto das suas esbeltas e intrigantes pernas, veio caminhando quintal abaixo até ao estendal, dependurando a toalha onde, minutos antes, tinha limpo as últimas gotas de água. O Arauto viu, porque o Arauto estava lá. E tocou a trombeta.

Arautos do Estendal

07
Set04

Esta noite fui assediado pela Bárbara Guimarães

riverfl0w

Hoje dei por mim a aconselhar um amigo meu. O tema era, (inevitavelmente, como diria o pickwick), gajas. E a verdade é que fiquei surpreendido com o que ia dizendo:
Ora, há a fase dos interesses comuns, em que as conversas giram em torno disso, ao mesmo tempo que se vão alargando os horizontes - introduzi eu, com aquele ar de sábio social tresloucado. Depois, chega a parte do cafezito, que complementa a fase anterior. Quem diz café, diz ópera, diz Scooby Doo ou mesmo um serão a observar o comportamento dos gansos patola no seu habitat natural. Aí, consoante fores vendo o teu espaço de manobra, atacas. Falas primeiro sobre o assunto, indirecta ou directamente, ou simplesmente atacas. Como achares melhor - rematei.
"Grande táctica, vais abrir uma agência de casamentos?" - perguntou, naif.
Não, isto é flirt, puro divertimento social. Toda a gente sabe os passos, mas a piada é jogar o jogo da sedução. Tal como na esgrima... tens de avançar e recuar, estudando os movimentos do teu adversário - qual comentador da RTP a comentar uma partida olímpica de florete. Depois há estratégias, claro. Basta seres tu próprio, e usares uma boa dose de boa disposição e romantismo. Talvez ajude um pouco de estilo self made cliché, "Até um esquilo conseguiria perceber como és bonita... e os esquilos vêem mal ao perto!" ou até, numa fase mais avançada...

Aviso: Todos os menores de 18 anos devem carregar neste preciso momento na combinação de teclas Alt+F4. Obrigado.

"Arrefinfava-te até teres o útero encostado à garganta." (para os menos esclarecidos, é obvio que nunca usaria esta frase, a menos que tentasse engatar uma ninfomaníaca. Pouco provável.)

E é nestas alturas que vida nos passa à frente... os namoricos da primária, de mãos dadas, inocentes; o primeiro beijo, a medo, atrapalhado, numa garagem, ao som de Savage Garden; a primeira paixão, por uma rapariga mais velha, onde sempre ia arrancando uns beijos, fugazes, mas bem saborosos; a irreverência do ciclo e a indecisão própria da idade; os primeiros namoros a sério, ainda que curtos; a alemã de Taizé, entre tantos outros flirts de ocasião, que gostou tanto ou tão pouco de mim que me deu morada e número de telefone errados; os flirts de férias, em que era urgente aproveitar o tempo; outro namoro, data de outras tantas aventuras, muito bons momentos a dois; e finalmente uma história acabada, ou talvez por acabar.... porque mesmo quando estamos parados, o Mundo continua a girar. (Que lindo!)
E sabe tão bem, o gosto de um beijo. riverfl0w

PS: O título serviu apenas para que lessem o post até ao fim. Espero que não se zanguem.