Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
procurar na gaveta
 
roupa no estendal

A flash of lightning…

Second chance date

Um cheirinho à noite

Uma questão de espírito.....

Novas teorias dos incêndi...

No espírito da gazela

Combinação imperfeita

A mulher da minha vida

Os pernis desequilibrista...

A fuga

O estado da barriguinha

Banho de leggings

Deslumbramentos

A mulher de laranja

Mistérios do Corpo Femini...

roupa famosa

Teoria do Caos

O spiderman fez-me chorar...

Contadores de Anedotas

Quiche Lorraine

É na boa

Dez coisas que hoje me irritaram...

A Síndrome de Arlete

Generation Buraca

Feel like doin' it?

roupa na gaveta

Março 2014

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Fevereiro 2006

Novembro 2005

Agosto 2005

Abril 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004


escreve-nos! já!

arautosdoestendal@gmail

3 dabliús
tags no estendal

todas as tags

Terça-feira, 30 de Janeiro de 2007
Beta, é coisa de betos
Ah, pois é! Só pode! E, quando falo em Beta, não falo de uma gaja chamada Elisabete, ou de uma gaja betinha com purpurinas (lá estou eu outra vez) a escorrerem pelas bochechas. Falo, isso sim, da nova versão do webmail do Sapo. Auto-intitula-se “Mail Beta”, mas mais valia ter nascido coxo e sem sobrancelhas. Sempre era melhor do que ser o que é. Como se depreende, estou muito chateado com esta nova versão. Irritado, para ser mais concreto. Desconfio sempre de novas versões, betas ou pimbas, azuis ou ruivas, do que quer que seja. Por norma, provêm de mentes sequiosas de mudar o que funciona bem, só para impressionar umas gajas e comer à fartura no fim-de-semana. Assim tipo método animal para garanhões com cérebro de alface. Se não for por isto, por que raio é que alguém foi inventar uma porcaria disforme de gestão de correio electrónico, que, em 2007, não tem uma opção para apagar mensagens ao molho? Era o mínimo! Um gajo recebe cinco mensagens de lixo e tem de as abrir, uma a uma, para as apagar, uma a uma. Na minha terra, isto tem um nome. Tem, tem… E, já agora, que alminha mais limitada de inteligência se lembraria de inventar uma aberração de gestão de correio electrónico, em pleno século vinte e um, que não permite seleccionar uma frase de uma mensagem, para a poder colocar algures noutro lado qualquer? Podia ficar aqui até ao verão a botar defeitos nesta versão beta, mas, francamente, não é necessário. Está tudo dito. E não se compreende. Havia uns livros, há uns anos atrás, muito interessantes, que talvez sejam os indicados para explicar este fenómeno: “O receituário de Peter”, “A Lei de Peter”, e outros que tais. Até poderia sugerir às mentes iluminadas que se lembraram destas palermices tecnológicas, uma leitura atenta destes livros, mas, parece-me, o mais provável era não perceberem a mensagem destes livros. A Mensagem! Enfim. Ficamos assim. Sujeitos a estes devaneios. Ora gaita! pickwick
tags no estendal: , ,
publicado por pickwick às 18:33
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres