Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arautos do Estendal

Ela, do alto das suas esbeltas e intrigantes pernas, veio caminhando quintal abaixo até ao estendal, dependurando a toalha onde, minutos antes, tinha limpo as últimas gotas de água. O Arauto viu, porque o Arauto estava lá. E tocou a trombeta.

Ela, do alto das suas esbeltas e intrigantes pernas, veio caminhando quintal abaixo até ao estendal, dependurando a toalha onde, minutos antes, tinha limpo as últimas gotas de água. O Arauto viu, porque o Arauto estava lá. E tocou a trombeta.

Arautos do Estendal

27
Mai04

É feio... mas apeteceu-me...

riverfl0w
Eu sei que é feio. É feio desejar-se mal a alguém. Mas hoje apeteceu-me... Até tenho vergonha de escrever isto, porque eu até sou um homem de bem, ou pelo menos não sou de mal, ou no mínimo não costumo atropelar velhinhas e roubar gelados às criancinhas durante o inverno. Seja. A verdade é que tem de ser dita. E a verdade é que me apeteceu... Não é que eu seja de violências e dessas coisas de partir braços e pernas e torcer pescoços e abafar com almofadas e pendurar pelos suspensórios no estendal da roupa no 20º andar, mas ele há vezes em que o animal que há dentro de nós se liberta ligeiramente das amarras da civilização. E quando falo de animal, não estou a falar, obviamente, de borboletas e colibris. As minhas opções no reino animal passam por espécies com dentes afiados, garras poderosas, coices fabulosos, patadas incríveis e uma fome desmesurada. Quem diz fome, diz má disposição. Tanto faz, desde que o efeito final seja uma grande selvajaria e muitos mortos, feridos, coxos e esmagados. E enfim, foi assim que me senti hoje, qual animal entalado numa jaula de papel, controlado apenas por um diminuto espirro de civilização. Diminuto, mas suficiente para que não transformasse o meu local de trabalho no palco de mais uma carnificina. Mais uma, porque no talho a carnificina é diária e banal. E eu não trabalho num talho, note-se. Motivação? Sei lá... pode ser do tempo encoberto, da falta de sol, do excesso de peso, dos cortes de água, ou... ou... enfim... nem digo mais, que pode parecer feio. Bom, mas isto há-de passar. Avizinha-se mais um fim de semana. Vou aproveitar para vestir o meu fato de vilão da Marvel e aterrorizar os habitantes de uma qualquer capital europeia. Para aliviar o estresse. pickwick

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.