Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
procurar na gaveta
 
roupa no estendal

A flash of lightning…

Second chance date

Um cheirinho à noite

Uma questão de espírito.....

Novas teorias dos incêndi...

No espírito da gazela

Combinação imperfeita

A mulher da minha vida

Os pernis desequilibrista...

A fuga

O estado da barriguinha

Banho de leggings

Deslumbramentos

A mulher de laranja

Mistérios do Corpo Femini...

roupa famosa

Teoria do Caos

O spiderman fez-me chorar...

Contadores de Anedotas

Quiche Lorraine

É na boa

Dez coisas que hoje me irritaram...

A Síndrome de Arlete

Generation Buraca

Feel like doin' it?

roupa na gaveta

Março 2014

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Fevereiro 2006

Novembro 2005

Agosto 2005

Abril 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004


escreve-nos! já!

arautosdoestendal@gmail

3 dabliús
tags no estendal

todas as tags

Quinta-feira, 27 de Maio de 2004
É feio... mas apeteceu-me...
Eu sei que é feio. É feio desejar-se mal a alguém. Mas hoje apeteceu-me... Até tenho vergonha de escrever isto, porque eu até sou um homem de bem, ou pelo menos não sou de mal, ou no mínimo não costumo atropelar velhinhas e roubar gelados às criancinhas durante o inverno. Seja. A verdade é que tem de ser dita. E a verdade é que me apeteceu... Não é que eu seja de violências e dessas coisas de partir braços e pernas e torcer pescoços e abafar com almofadas e pendurar pelos suspensórios no estendal da roupa no 20º andar, mas ele há vezes em que o animal que há dentro de nós se liberta ligeiramente das amarras da civilização. E quando falo de animal, não estou a falar, obviamente, de borboletas e colibris. As minhas opções no reino animal passam por espécies com dentes afiados, garras poderosas, coices fabulosos, patadas incríveis e uma fome desmesurada. Quem diz fome, diz má disposição. Tanto faz, desde que o efeito final seja uma grande selvajaria e muitos mortos, feridos, coxos e esmagados. E enfim, foi assim que me senti hoje, qual animal entalado numa jaula de papel, controlado apenas por um diminuto espirro de civilização. Diminuto, mas suficiente para que não transformasse o meu local de trabalho no palco de mais uma carnificina. Mais uma, porque no talho a carnificina é diária e banal. E eu não trabalho num talho, note-se. Motivação? Sei lá... pode ser do tempo encoberto, da falta de sol, do excesso de peso, dos cortes de água, ou... ou... enfim... nem digo mais, que pode parecer feio. Bom, mas isto há-de passar. Avizinha-se mais um fim de semana. Vou aproveitar para vestir o meu fato de vilão da Marvel e aterrorizar os habitantes de uma qualquer capital europeia. Para aliviar o estresse. pickwick
tags no estendal: ,
publicado por riverfl0w às 21:37
link | tocar à trombeta | favorito
1 comentário:
De bluestocking a 3 de Junho de 2004 às 23:05
Acontece aos melhores...

tocar à trombeta