Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
procurar na gaveta
 
roupa no estendal

A flash of lightning…

Second chance date

Um cheirinho à noite

Uma questão de espírito.....

Novas teorias dos incêndi...

No espírito da gazela

Combinação imperfeita

A mulher da minha vida

Os pernis desequilibrista...

A fuga

O estado da barriguinha

Banho de leggings

Deslumbramentos

A mulher de laranja

Mistérios do Corpo Femini...

roupa famosa

Teoria do Caos

O spiderman fez-me chorar...

Contadores de Anedotas

Quiche Lorraine

É na boa

Dez coisas que hoje me irritaram...

A Síndrome de Arlete

Generation Buraca

Feel like doin' it?

roupa na gaveta

Março 2014

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Fevereiro 2006

Novembro 2005

Agosto 2005

Abril 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004


escreve-nos! já!

arautosdoestendal@gmail

3 dabliús
tags no estendal

todas as tags

Segunda-feira, 31 de Maio de 2004
Resolução de problemas em Tróia
Dei a ler a uma colega o post sobre o problema técnico da conquista de Tróia. Pensava eu, na minha infinita ingenuidade, que a moça se iria debruçar seriamente sobre o assunto e também colocar em causa o processo de invasão da cidade a bordo de uma cavalgadura de tábuas. Mas não. Há mulheres que não perdem uma oportunidade para nos deitar abaixo o mais pequeno sonho de glória, de ficar imortalizado na história mundial como a pessoa que tinha encontrado um bug na aventura dos gregos. O primeiro comentário dela foi: “mas isso tinha solução”! Carvalho Araújo!!! Solução? E lá começou a enumerar maneiras de dar a volta à questão. A primeira, muito grosseira mas teoricamente eficaz, seria apanhar uma borracheira de água antes de subir para cavalo. Porquê? Porque se bebessem metros e metros de água, assim mesmo a abusar, a urina sairia sem cheiro, deixando de haver assim o problema de serem detectados por narinas sensíveis. Outra maneira, seria não beber mesmo água. Isto é, passar sede. Ou seja, não bebe, não urina, problema resolvido. Esta solução é radical, mas era capaz de funcionar. Por último, havia sempre a possibilidade de umas dietas especiais para que não urinassem tanto, ou para que a urina não cheirasse tão mal, ou não sei para que raio eram as dietas, mas a solução era mesmo as dietas. Que dietas? Não sei. Eu não percebo nada de dietas. Gosto é de apreciar as miúdas que fazem dietas. Ficam melhores que caracóis. Bom, mas é chato assim vir uma miúda e estragar-me tudo. Fiquei desolado. Como se não bastasse, por via do espevitamento do intelecto a que fui sujeito com tantas e tão sofisticadas soluções, lembrei-me ainda de uma possível quarta solução: oitenta centímetros de fio de pesca enrolados numa falcaça simples em redor do poderoso. Não haveria pinguinhas para ninguém. Talvez uma gangrena no fim e zás, mas homem que é homem faz tudo por uma causa. pickwick
tags no estendal: , ,
publicado por riverfl0w às 22:20
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres