Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arautos do Estendal

Ela, do alto das suas esbeltas e intrigantes pernas, veio caminhando quintal abaixo até ao estendal, dependurando a toalha onde, minutos antes, tinha limpo as últimas gotas de água. O Arauto viu, porque o Arauto estava lá. E tocou a trombeta.

Ela, do alto das suas esbeltas e intrigantes pernas, veio caminhando quintal abaixo até ao estendal, dependurando a toalha onde, minutos antes, tinha limpo as últimas gotas de água. O Arauto viu, porque o Arauto estava lá. E tocou a trombeta.

Arautos do Estendal

08
Jul04

O teu tórax é uma tábua

riverfl0w
Antes de começar a divagar, desejo deixar claro que tenho todo o respeito pelos seres humanos objecto desta dissertação. São tão humanos quanto os outros seres semelhantes, apenas variando nalguns detalhes geométricos do capítulo dos volumes. Pronto. Ok, então, vamos ao que interessa. Hoje, que é um dia bom para isso como outro qualquer, detive-me em movimento a pensar no que poderão sentir as mulheres cujo relevo no tórax é aproximadamente zero. Assim tipo o tampo de uma mesa. Obviamente não estão condenadas a serem tias solteiras para o resto da vida, afastadas que ficam dos mesmos prazeres da carne a que têm acesso as mulheres com relevos visíveis. Digo eu. Não sei. Se calhar até se divertem à brava como as outras. Os parceiros é que, enfim, poderão ter algumas razões de queixa. Assim como quem vai ao frigorífico buscar uma cervejinha e o frigorífico está completamente vazio – a mão tenta agarrar uma garrafa mas apenas agarra o vazio gélido. Mas como há gostos para tudo, deduzo que poderá haver quem tenha claramente preferências por tábuas. Talvez algum carpinteiro. Bem, eu queixar-me-ia, sem dúvida, e nada poderia ser igual. Impossível. E o dia de hoje foi bom para isto porque convivi o dia inteiro com duas colegas que… enfim… são assim mesmo. Senti como que um aperto só de pensar que o facto de não terem namorados, poderá ter a ver directamente com este pormenor físico. Pode ser pura invenção minha, mas ainda assim fiquei meio preocupado, meio pensativo. Não queria dizer “triste”, mas confesso que o sentimento andou perto. Não sei como é no mundo das mulheres. Será que elas olham umas para as outras e traduzem o resultado das comparações em atitudes umas para com as outras? Algum desprezo? Alguma superioridade? Dizem que elas são lixadas umas com as outras… não perdem uma oportunidade de mandarem uma facada na espinha. Será? Tenho pena, se assim for. Não têm culpa de nascerem só com... pickwick

5 comentários

Comentar post