Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arautos do Estendal

Ela, do alto das suas esbeltas e intrigantes pernas, veio caminhando quintal abaixo até ao estendal, dependurando a toalha onde, minutos antes, tinha limpo as últimas gotas de água. O Arauto viu, porque o Arauto estava lá. E tocou a trombeta.

Ela, do alto das suas esbeltas e intrigantes pernas, veio caminhando quintal abaixo até ao estendal, dependurando a toalha onde, minutos antes, tinha limpo as últimas gotas de água. O Arauto viu, porque o Arauto estava lá. E tocou a trombeta.

Arautos do Estendal

18
Jul04

Doce Nostalgia

riverfl0w

Estava à procura de umas coisas de Matemática nos arquivos mais antigos. Não encontrei o que queria, mas encontrei uma pasta castanha, A4, um pouco comida pelo tempo. Cá fora estava escrito: A minha primeira composição.

"Lisboa, 29 de Maio de 1992

Eu vou passiar ao parque.
O Fernando vai fazer uma corrida de cavalos.
O cavalo do Luís passou para o quarto lugar.
Mas veio o André a galopar no seu cavalo e passou o Luís.
O António vai a passar, vê aquilo e fica de bouca aberta.
O Jorge que viu as corridas riu muito até ficar careca."

A vida era simples, bela. riverfl0w

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.