Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arautos do Estendal

Ela, do alto das suas esbeltas e intrigantes pernas, veio caminhando quintal abaixo até ao estendal, dependurando a toalha onde, minutos antes, tinha limpo as últimas gotas de água. O Arauto viu, porque o Arauto estava lá. E tocou a trombeta.

Ela, do alto das suas esbeltas e intrigantes pernas, veio caminhando quintal abaixo até ao estendal, dependurando a toalha onde, minutos antes, tinha limpo as últimas gotas de água. O Arauto viu, porque o Arauto estava lá. E tocou a trombeta.

Arautos do Estendal

05
Fev11

O triunfo dos cintos - a verdadeira estória

pickwick

Agora, sim. É a verdadeira estória do triunfo dos cintos!

 

Deixei Aveiro e, não querendo contribuir para o enchimento dos bolsos à máfia lusitana através do pagamento inocente de uma estúpida portagem na A25, fui por estradas esburacadas até Albergaria-a-Velha.

 

Ora, acontece que a zona de Albergaria-a-Velha está que nem um teatro de guerra. Parece o fim do mundo em cuecas! Obviamente, embora os mais distraídos não tenham dado conta, as infinitas obras nas estradas de Albergaria-a-Velha e arredores foram iniciadas com o sublime objectivo de criar uma imensa confusão e dissuadir os cidadãos com mau feitio (como eu) de usarem estradas secundárias, em vez de circularem pela A25 - pagando o devido tributo monetário à máfia.

 

A confusão é tal, que um determinado sector económico de prestação de serviços viu-se obrigado a transladar os seus profissionais da estrada nacional para a recta da zona industrial. Falo, claro, das “meninas”.

 

Passei por três. E, qual “update” do conhecimento, apercebi-me de uma evolução extraordinária ao nível do traje de serviço das “meninas”.

 

Até hoje, havia aquela graçola sobre mini-saias: ah e tal, parece é que trocou a mini-saia por um cinto largo.

 

A partir de hoje, deixou de ser uma graçola. É um facto real. As três “meninas” por quem passei, não usavam saias, nem mini-saias. Só, e apenas, cintos! É verdade! Vi, com estes olhinhos que Deus me deixou em herança! O verdadeiro triunfo dos cintos sobre as saias! Finalmente!

 

Já agora, aproveito dar o meu contributo para a sociedade da informação:

 

Caro leitor, se é simpatizante do sector económico em questão, registe que, para quem vai de Angeja para Alberbaria-a-Velha, das três “meninas” de serviço à recta da zona industrial, as duas últimas usam cintos de lantejoulas!!! pickwick