Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
procurar na gaveta
 
roupa no estendal

Frase de Bolso

Guru

Diálogo na penumbra da ra...

roupa famosa

Teoria do Caos

O spiderman fez-me chorar...

Contadores de Anedotas

Quiche Lorraine

É na boa

Dez coisas que hoje me irritaram...

A Síndrome de Arlete

Generation Buraca

Feel like doin' it?

roupa na gaveta

Março 2014

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Fevereiro 2006

Novembro 2005

Agosto 2005

Abril 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004


escreve-nos! já!

arautosdoestendal@gmail

3 dabliús
tags no estendal

todas as tags

Powered by Technorati

Segunda-feira, 28 de Novembro de 2005
Frase de Bolso
Todas as letras do alfabeto português, numa frase de bolso:

Hoje, os gatos desfizeram a carpete da Imperatriz, enquanto ela se enxaguava do banho

Desculpem a trivialidade.
tags no estendal: ,
publicado por riverfl0w às 17:50
link | tocar à trombeta | favorito
|
Quarta-feira, 6 de Outubro de 2004
Guru


Amarelo passarinho em fundo e duas cores aparentemente imixíveis fundem-se numa harmonia digital de primeira água. riverfl0w
tags no estendal:
publicado por riverfl0w às 20:20
link | tocar à trombeta | toques de trombeta (2) | favorito
|
Segunda-feira, 16 de Agosto de 2004
Diálogo na penumbra da razão

Uma conversa que eu nunca vou ter:
Eu: Olá!
Vera: Olá!
Eu: Eu sou o Pickwick. E tu? Como te chamas?
Vera: Eu sou a Vera.
Eu: Já sabia… (riso de hiena)
Vera: Já???? Então para que é que perguntaste???
Eu: Pois, já tinha visto ali atrás: “Vera: Olá!” e por isso já sabia como te chamavas.
Vera: Tu tens um problema grave, não tens?
Eu: Eu?... Acho que não…
Vera: (silêncio, olhar reprovador, esgar de enjoo)
Eu: Então, que fazes logo à noite?
Vera: Não tens nada a ver com isso!
Eu: Anda lá, não sejas assim! Vais ficar em casa? Queres ir ao cinema? Jantar fora? Passear de canoa?
Vera: Mas eu conheço-te de algum lado?
Eu: Não.
Vera: (silêncio, enquanto me volta as costas)
Eu: Olha, eu conheci uma Vera, há muitos anos atrás.
Vera: E o que é que isso interessa para agora? (voltou-se novamente para mim, que sorte)
Eu: É pá! Não sejas assim. Porque estás a ser arisca comigo? Meto-te nojo? Deixa-me acabar de falar!...
Vera: (encolhe os ombros, mas espera)
Eu: A Vera que eu conheci era um espanto. Linda, linda, linda. Cabelo aloirado, olhos verdes. Ou castanhos, não me lembro.
Vera: E o que é que eu tenho a ver com isso?
Eu: Também te chamas Vera, não chamas?
Vera: Sim. E?...
Eu: (silêncio engasgado)
Vera: Olha, tchau, ok?
Eu: Espera. Afinal logo saímos ou não? Podíamos ir passear pela praia.
Vera: A praia mais perto fica a 130 km daqui… ‘tás parvo, ou quê?
Eu: 130 km??? Mas… então não estamos em Portimão?
Vera: Olha lá, ó meu estúpido, desaparece-me que tenho mais que fazer do que te aturar. Além disso, o meu namorado deve estar a chegar.
Eu: Tens namorado? A Vera que eu conheci não tinha namorado. Pelo menos que eu soubesse. Mas eu até achava estranho como é que ela não tinha namorado. Só se a mãe não deixasse.
Vera: Tchau!
Eu: Espera… diz-me só uma coisa…
Vera: Mas que chato! Que é que foi agora?
Eu: Dás-me o teu email?
Vera: Não tenho! Tchau!
Eu: Tens, tens. Anda lá, dá lá.
Vera: Ó caraças! Desaparece!
Eu: Fogo! Mas tu não me curtes?
Vera: Tchau! (desta foi-se mesmo embora)
Moral da história: Não façam mal às andorinhas. As andorinhas aparecem na Primavera. A Primavera é prima da Vera. Como devem ter reparado, a Vera é muito mal encarada e antipática. Além disso não tem email. Se fizeram mal às andorinhas, a prima da Vera chama a Vera, a Vera vem, chama-nos nomes e vai-se embora. E chega o Verão. Não façam mal às andorinhas. pickwick

tags no estendal: , , ,
publicado por riverfl0w às 01:21
link | tocar à trombeta | toques de trombeta (4) | favorito
|