Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
procurar na gaveta
 
roupa no estendal

Estava p'ráqui a pensar.....

Perdem-se as palavras...

10.000* voyeurs!

Custou, mas foi

A globalização ultra-pers...

Je m'en vais

O título deste post é per...

Conversas de estendal

Surprise!

Livro Amarelo

roupa famosa

Teoria do Caos

O spiderman fez-me chorar...

Contadores de Anedotas

Quiche Lorraine

É na boa

Dez coisas que hoje me irritaram...

A Síndrome de Arlete

Generation Buraca

Feel like doin' it?

roupa na gaveta

Março 2014

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Fevereiro 2006

Novembro 2005

Agosto 2005

Abril 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004


escreve-nos! já!

arautosdoestendal@gmail

3 dabliús
tags no estendal

todas as tags

Powered by Technorati

Domingo, 17 de Junho de 2007
Estava p'ráqui a pensar...
Que os cantos dos nossos posts são tão bonitos, mas nunca se conseguem ver os quatro em conjunto graças ao tamanho dos posts. Arre, pickwick! riverfl0w
tags no estendal: ,
publicado por riverfl0w às 00:47
link | tocar à trombeta | toques de trombeta (5) | favorito
|
Sexta-feira, 8 de Dezembro de 2006
Perdem-se as palavras...

"É assim, acrescentam-se coisas à ideia, ou ideias às coisas, e as palavras continuam, mas perdem-se. Quer dizer, as palavras são uma espécie de casa que abriga mas que se arruina, se descasca, perde a pintura, caem-lhe bocados, abre buracos... Lá dentro as coisas têm um espelho onde vêem as palavras, ou também vice-versa, claro. Lá vão vivendo, cada vez menos espaço, raramente entram e saem, um dia dá-se por ela: falta uma, ou há uma nova.

Como um candeeiro novo, ou um tapete. De modo que eu estou a perder as minhas palavras, quer dizer que a minha casa está a despir-sem qualquer dia ficam só as paredes, depois caem elas..."

Alberto Pimenta in "Repetição do Caos"

Releiam-se as velhas ou esperem-se novas. Palavras. riverfl0w

tags no estendal: ,
publicado por riverfl0w às 20:24
link | tocar à trombeta | favorito
|
Terça-feira, 24 de Outubro de 2006
10.000* voyeurs!

1% da população portuguesa já pôs o pé neste estendal. Venham os outros 99. Até está frio, a gente aperta-se. riverfl0w

 

* Para efeitos de contagem, foram também contabilizadas as visitas de robôs, brasileiras, transsexuais e porquinhos-da-índia. Estas informações não dispensam a consulta do folheto informativo. Em caso de dúvida, consulte o seu médico ou farmacêutico.

tags no estendal: , ,
publicado por riverfl0w às 19:04
link | tocar à trombeta | favorito
|
Sábado, 21 de Outubro de 2006
Custou, mas foi
Ora confessem que lá que os posts dos Arautos do Estendal têm os cantos mais bonitos que a Web alguma vez viu... hein? riverfl0w
tags no estendal: , ,
publicado por riverfl0w às 05:56
link | tocar à trombeta | toques de trombeta (3) | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Outubro de 2006
A globalização ultra-personalizada

Web 2.0, RSS feeds, aggregation tools, tagging, social bookmarking - estes são hoje os termos in da World Wide Web. E pensar que quando nos metemos nesta coisa dos blogues - em meados de 2004 - surgia uma caixinha inócua com a indicação "Escreva aqui o seu texto", onde depositávamos alegremente isto e aquilo. E saber que, à data, Ajax era sinónimo de marca de limpa-vidros ou de um clube de futebol holandês, onde jogou o nosso saudoso Dani. Hoje, no entanto, o Ajax foi promovido a linguagem de programação client-side e o Dani a apresentador de televisão de 3ª categoria. E mais, hoje RSS é o acrónimo de Sindicância Realmente Simples (Really Simple Syndication) – como se um termo que inclui a palavra “sindicância” pudesse efectivamente ser “realmente simples”.

E é neste mundo de areias movediças - onde a tecnologia de ponta de hoje é obsoleta na próxima semana - que os blogs se instalam. Na verdade, estamos actualmente a percorrer o caminho da globalização ultra-personalizada. Acabei de inventar o termo, mas na prática quer dizer que somos todos impelidos a seguir um mesmo caminho – o global – mas temos a 'vantagem' de personalizar esse ‘global’ de modo a que ele se torne unicamente nosso. O mesmo será dizer que somos obrigados a almoçar todos os dias sardinhas em lata, mas em contrapartida podemos escolher a cor da lata e o tipo de metal usado na anilha de abertura. O mesmo será dizer, no caso do nosso blog, que somos obrigados a mudar de servidor sempre o SAPO assim o exige - ainda que nem todos os conteúdos que anteriormente produzimos sejam totalmente compatíveis com o novo servidor (!) – mas ao menos podemos alterar a cor do pixel que está escondido no canto inferior direito da página, porque ele é cinzento-escuro e eu quero que ele seja cinzento-muito-muito-escuro-quase-preto.

Mas enfim, enquanto a paciência não nos faltar cá andaremos, mesmo que nos vejamos obrigados a escrever em Courier New em nome dos Web standards. E já que nos damos ao trabalho de estar a par do estado da arte, pede-se que dêem uso às tags no estendal e incluam o nosso RSS feed (http://arautosdoestendal.blogs.sapo.pt/data/rss) nas vossas ferramentas de agregação. E quem sabe se amanhã serão vocês a despejar jargão informático num post às 4 da manhã. riverfl0w

tags no estendal: , , , , ,
publicado por riverfl0w às 03:57
link | tocar à trombeta | toques de trombeta (3) | favorito
|
Sábado, 19 de Agosto de 2006
Je m'en vais
Aqui o arauto vai de férias por uma semana e uns pós. Falo no singular, uma vez que o último paradeiro conhecido do pickwick é em São Jacinto, há dois dias atrás, rodeado de centenas de homens peludos com uma média de idades de 50 anos. É triste, mas é verdade.

Já eu tenho Taizé à espera, onde o prognóstico passa por lavar casas de banho à mangueirada, beber uma jola no Oyak e ouvir Deus sussurar-me coisas bonitas ao ouvido. Já para não falar nos magotes de gente que vou conhecer e que no final da semana me vão fazer verter uma lágrima ou outra à laia de despedida, sem sequer precisar de ver o Spiderman para atingir esse belo efeito dramático.

Enfim, os arautos vão-se, fica o estendal. À disposição de quem o quiser vasculhar enquanto os donos estão por fora. riverfl0w
tags no estendal: , ,
publicado por riverfl0w às 00:42
link | tocar à trombeta | toques de trombeta (2) | favorito
|
Segunda-feira, 7 de Agosto de 2006
O título deste post é perfeitamente editável
Vivam as funcionalidades requintadas dos blogs do Sapo. riverfl0w
tags no estendal:
publicado por riverfl0w às 23:41
link | tocar à trombeta | favorito
|
Domingo, 9 de Julho de 2006
Conversas de estendal

pickwick diz: Eu fiquei francamente fascinado com a forma viril como os textos foram lidos...
pickwick diz: Por outro lado, fiquei envergonhadíssimo por o locutor dizer "gajo" e "gaja"....
pickwick diz: soou tão mal...
pickwick diz: Acho que nem dei por música de fundo alguma... tocaram alguma coisa?
riverfl0w diz: sim, punham umas musiquinhas de ir à xxx enquanto falavam riverfl0w diz: tenho de estudar
riverfl0w diz: e ir à casa de banho
riverfl0w diz: e escrever um post para ver se angario uns comentários femininos
riverfl0w diz: é um misto de sensações fisiológicas
pickwick diz: como eu?
riverfl0w diz: exactamente como tu
riverfl0w diz: achas que alguém ouviu aquilo?
pickwick diz: erm… sabes… eles têm que ocupar a emissão, nos momentos em que não há audiências, com uma coisa qualquer... por isso vão buscar blogs com disparates...
pickwick diz: não que todos os blogs tenham disparates... mas o nosso é muito fértil
riverfl0w diz: pudera, não fôssemos nós os autores
riverfl0w diz: era tão giro que os comentários disparassem assim do nada...
riverfl0w diz: pensei que aquela conversa dos mensageiros louros e esculturais trouxesse uma pombinha ou outra aqui para os nossos lados
pickwick diz: um dos poucos comentários veio de uma mãe chamada felina cujo blog está cheio de mulheres nuas... um escândalo!
riverfl0w diz: mãe? nua? bom, tu é que tens mais de 30
riverfl0w diz: dás conta do recado?
pickwick diz: ela não quer... tem um felino e não sei o quê...
pickwick diz: eu prefiro princesas, mas isso é outra estória...
riverfl0w diz: oh, só nos calham delas com anilha
pickwick diz: bom
pickwick diz: voltando à rádio
pickwick diz: achei tudo muito estranho cantarem assim os textos
pickwick diz: foram escritos para ler e não para ouvir
pickwick diz: mas tive uns ataques de medo...
riverfl0w diz: como quando aquele Cantor Mistério cantou o "Tiveste um dia mau"?
riverfl0w diz: acho que esse foi o ponto alto
pickwick diz: bom
pickwick diz: tive muito medo quando foi o da Arlete...
pickwick diz: e se a Arlete estivesse a ouvir?
pickwick diz: podia correr muito mal
riverfl0w diz: acho que lhe devias pedir desculpa
pickwick diz: oh
riverfl0w diz: assim pela via das dúvidas
pickwick diz: é melhor não
pickwick diz: não vou arriscar...
riverfl0w diz: e atenção - são as Arletes e não a Arlete
pickwick diz: oh
pickwick diz: bom
pickwick diz: a primeira Arlete é que é perigosa... fala no marido... e na terra dele.. não deve haver muitas Arletes casadas com Zés de Mirandela...
riverfl0w diz: eu se fosse uma menina prendada não gostava que me dissessem NA RÁDIO que pareço uma morsa escavacada por um cachalote muito macho
pickwick diz: isto pode correr muito mal
pickwick diz: ainda por cima, vivem na mesma cidade onde estás agora...
riverfl0w diz: ai
pickwick diz: mas ela não era prendada! ela era... muito... mas muito feia...
pickwick diz: enfim
riverfl0w diz: qualquer dia tenho um bastão de baseball de Mirandela apontado ao meu crânio
pickwick diz: bom, tivemos os nossos momentos de fama, com uma audiência de cerca de 56 pessoas
riverfl0w diz: 56? superou as minhas expectativas!
riverfl0w diz: alguém de fora do estúdio da Comercial?
pickwick diz: eu, tu, as nossas fãs... e pouco mais
riverfl0w diz: as nossas fãs?
riverfl0w diz: desconheço
riverfl0w diz: devias falar no singular
pickwick diz: fiquei envergonhado de ouvir aquelas coisas na rádio... um gajo como eu, assim todo coiso... e enfim...
riverfl0w diz: sim, o que tu és mais é envergonhado
pickwick diz: eu sou tímido...
riverfl0w diz: sim, tímido
pickwick diz: isso
riverfl0w diz: agora que toda a gente sabe o teu nome, vão ser só fãs à procura de Pedro Monteiro na lista telefónica de Viseu
riverfl0w diz: e eu a ver navios
pickwick diz: sim... procurem lá
pickwick diz: ou mandem mail
pickwick diz: se quiserem mandar cheque, também podem
riverfl0w diz: tenho de escrever uns posts à pickwick
pickwick diz: tens é que escrever posts, e ponto final...
riverfl0w diz: é, mas isto de ter uma vida para além dos blogs... é difícil
riverfl0w diz: se pudesse descontar como blogger a tempo inteiro...
riverfl0w diz: agora fazer reportagens que não interessam a ninguém...
pickwick diz: ah pois, a tua faceta de jornalista e ah e tal... pois... eu só fazia entrevistas se as entrevistadas fossem assim umas brasas famosas e ah e tal e oferecessem almoços requintados aos entrevistadores... e tal...
pickwick diz: eu não gosto de reportagens
pickwick diz: gosto é de divagar
riverfl0w diz: a isso chama-se um gigolot
riverfl0w diz: desculpa desiludir-te
pickwick diz: chama-se quem? esse é algum amigo teu?
pickwick diz: gigolot? parece o nome de uma guilhotina francesa
riverfl0w diz: ouve lá
riverfl0w diz: isto dava um post, não?
pickwick diz: isto o quê?
pickwick diz: gigolot?
riverfl0w diz: não, esta conversa, homem
pickwick diz: esta conversa?
pickwick diz: mas esta conversa não é um post?
pickwick diz: mau mau maria
pickwick diz: já tás a desconversar
pickwick diz: olha lá, mas não era para falarmos sobre a nossa projecção mediática na rádio?
pickwick diz: alô?
pickwick diz: tás aí?
pickwick diz: que se passa?
pickwick diz: alô!!!
riverfl0w diz: desculpa, tive de ir ao WC
pickwick diz: ao wc?????
pickwick diz: interrompeste uma conversa para ires ao WC????????????????
riverfl0w
diz: tás a confundir-me todo
riverfl0w diz: e olha que só as gajas é que costumam fazer-me isso
pickwick diz: hey
pickwick diz: respeitinho!
pickwick diz: pá, tás aí sozinho?
riverfl0w diz: sim, já te disse que sim
pickwick diz: ok
pickwick diz: então, vá, concentra-te
riverfl0w diz: mmmmmzzzzz
riverfl0w diz: ok
pickwick diz: achas que vão publicar um livro com o nosso blog?
pickwick diz: até pode vir a ser adoptado como literatura obrigatória no ensino secundário
riverfl0w diz: no dia em que eu e tu escrevermos um livro, é porque algo vai muito mal na literatura portuguesa
riverfl0w diz: aliás, acho que li qualquer coisa assim no Livro do Apocalipse
pickwick diz: nós não vamos escrever um livro... eles vão é pegar nos posts todos e fazer um livro!
pickwick diz: enfim
pickwick diz: seja como for, lamento a escolha que fizeram dos posts
pickwick diz: reparei como foram escolher os mais sérios que encontraram
pickwick diz: foi uma pena
riverfl0w diz: hahahaha
pickwick diz: podiamos ter sugerido outros mais simpáticos e afiados
riverfl0w diz: sim, reparaste que censuraram algumas partes?
pickwick diz: malandros...
pickwick diz: é a censura
pickwick diz: é o fascismo
pickwick diz: adeus, Abril
pickwick diz: que partes?
riverfl0w diz: como quando tu dizes que se deviam "espetar um cacto nas nádegas das crianças" no "É na boa"
riverfl0w diz: eles cortaram isso
riverfl0w diz: talvez com medo de haver público juvenil que procurasse algum tipo de retaliação
pickwick diz: cacto nas nádegas
pickwick diz: eu escrevi isso????
pickwick diz: ai ai ai
rverfl0w diz: por mais incrível que pareça, escreveste
riverfl0w diz: e és professor daqueles pirralhos
pickwick diz: sssshhhhhhhhhhhh
pickwick diz: por acaso não eram meus alunos... senão excomungava-os a todos pela prestação horrível
pickwick diz: e cortaram porquê????
pickwick diz: cacto é uma planta e nádegas é um termo simpático
riverfl0w diz: sim, concordo
riverfl0w diz: mas cacto + nádegas dá uma combinação nada agradável
pickwick diz: ora
pickwick diz: isso foi de um livro que eu li, faz muitos anos, que o meu pai lá tinha numa prateleira discreta... chamado a Ilha das Ninfomaníacas...
pickwick diz: na altura passou-me ao lado uns 90% do livro, mas nunca mais me esquece uma cena macabra no meio de um deserto, com uma fulana toda nua de perna aberta e um cacto e mais não sei o quê...
riverfl0w diz: é isso que devia ser adoptado como literatura juvenil
riverfl0w diz: é o exemplo perfeito daquilo que queremos passar às nossas criancinhas
pickwick diz: sim sim, tal e qual
riverfl0w diz: nossas salvo seja... Deus me livre de conceber tão novo
riverfl0w diz: ainda quero escrever uns posts antes disso
pickwick diz: tu não vais conceber nada
riverfl0w diz: ah, obrigado
riverfl0w diz: falta-me capacidade?
pickwick diz: quem concebe são as fêmeas
pickwick diz: tu fecundas
riverfl0w diz: isso
riverfl0w diz: fecundar
riverfl0w diz: dá sempre jeito ter um professor por perto
pickwick diz: és, portanto, um fecundador
riverfl0w diz: sou um fecundador...
riverfl0w diz: esbelto, louro, escultural e de trombeta em punho
riverfl0w diz: confesso que isso me faz bem ao ego.
pickwick diz: e, quando estiveres pior que estragado e te apetecer apertar algo a alguém, já sabes, dizes: estou fecundado com isto!
pickwick diz: isso... ego ao alto é que é preciso
riverfl0w diz: ego ao alto?
riverfl0w diz: não querias dizer falo?
riverfl0w diz: cof
pickwick diz: eu não falo nada, ora essa
pickwick diz: mas que conversa é essa?
riverfl0w diz: esquece lá isso
pickwick diz: bom, e as tuas amigas, foram ouvir o programa?
riverfl0w diz: arranjaram todas óptimas desculpas para não o fazer
riverfl0w diz: ah e tal ... faltou a luz - disse a Curujinha
riverfl0w diz: ah e tal... estava no comboio - disseram a Daniela e a Mónica
riverfl0w diz: ou então ouviram e preferiram escusar-se a fazer comentários
pickwick diz: há uma coruja a ler o blog?????
pickwick diz: fenómeno!
riverfl0w diz: e uma felina também
pickwick diz: ah essa
riverfl0w diz: li agora o comentário a um post teu
riverfl0w diz: devíamos abrir um zoo 
pickwick diz: o comentário não interessa... lê mas é o blog dela...
pickwick diz: até ficas baralhado
riverfl0w diz: espera, deixa lá dar uma vista de olhos

(3 minutos depois)

riverfl0w diz: tens aí algum calmante?
pickwick diz: gelo, serve?
riverfl0w diz: seja.
riverfl0w diz: e as tuas fãs? aposto que já te inundaram a caixa de correio
pickwick diz: cof cof
pickwick diz: pois sim
pickwick diz: a minha fã número um ainda nem sequer ouviu...
pickwick diz: isto é a desgraça
riverfl0w diz: já tens fã número um?
pickwick diz: tenho
riverfl0w diz: eu vou no número exactamente anterior
pickwick diz: qual é o número exactamente anterior?
riverfl0w diz: isso para um professor não fica nada bem
riverfl0w diz: até devíamos publicar isto para seres escarnecido na praça pública
pickwick diz: ssssshhhhhhhh... olha.. não podes passar a vida a dizer que ah e tal professor e não sei o quê... tá bem?
riverfl0w diz: combinado
pickwick diz: obrigado
riverfl0w diz: mas alguma vez te explicaram que ninguém consegue ler as nossas conversas pelo MSN?
riverfl0w diz: a menos, claro, que eu publique isto
pickwick diz: não conseguem? como é que não conseguem? se isto é net, é porque é público, logo toda a gente consegue ler! ora essa!
pickwick diz: ah
pickwick diz: publicar
pickwick diz: isso é bom
pickwick diz: e vai passar na rádio?
riverfl0w diz: acho que já não vai a tempo
riverfl0w diz: tenho de ir estudar
riverfl0w diz: pega lá aí num word e compõe isto
pickwick diz: poxa
riverfl0w diz: fazes esse favor à malta?
riverfl0w diz: o meu exame é daqui a 9 horas
pickwick diz: faço faço
pickwick diz: se for capaz
riverfl0w diz: isso, eu vou fazer uns ovos mexidos

tags no estendal: , , , , ,
publicado por riverfl0w às 23:52
link | tocar à trombeta | toques de trombeta (9) | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Maio de 2006
Surprise!
Surprise, como os mais cultos devem saber, quer “dizer surpresa”, em húngaro, ou noutra língua qualquer. Tanto faz a língua. E surprise porquê? Porque a miúda estava pacatamente a estender roupa no estendal (eu encomendei especificamente umas pernas, mas não me quiseram fazer a vontade) quando surgiu o artista e a retratou assim. Surpreendidíssima. Presumindo que a roupa estendida seria a roupa a vestir de seguida, nomeadamente umas botas pretas (ficam sempre sexy), uma camisola de gola alta laranja (já vi cores mais bonitas) e… e… bem… o que aparenta ser uma saia moderna, às listas verdes e brancas. Tanto faz que seja uma saia branca às listas verdes, como uma saia verde às listas brancas, desde que o verde não seja brando, nem vice-versa, porque aí é que ia ser uma grande confusão para a miúda. E é escusado alguém vir alegar que aquilo é uma toalha, porque não é. É uma saia, nota-se logo, até porque não há mais nenhuma peça de roupa para usar abaixo da cintura, o que imediatamente leva à brilhante conclusão que aquilo é a saia. O modelo da saia, isso sim, é o modelo sai-do-banho-enrolada-na-toalha, também muito sexy! Mas há outras coisas que faltam no estendal e que me levam a conjecturar. Outras coisas como uma cuequinha. Podia ser uma daquelas tipo fio-de-seda a fazer comichão nos pêlos do rabo. Mas nem isso. Não tem nada. E, para cima, para os apetrechos de amamentação das crianças, também não há nada que sirva de suporte ou, ao menos, de preservação do pudor. Nadinha. É uma opção de vida da miúda, entenda-se e respeite-se. Trata-se, obviamente, de uma galdéria, mas pronto, de galdérias e de peruas está o mundo cheio, que no inferno não as deixam entrar. Ao olhar para o rosto pretensiosamente surpreendido da moça, ocorre-me que nunca surpreendi uma miúda nestes preparos. Nem miúda, nem graúda, nem nestes preparos. É uma daquelas coisas da vida que apenas imagino através dos filmes. Será que só acontece nos filmes? Não sei, mas fico sempre com a impressão que não há miúda que seja realmente surpreendida assim. Ou nunca é apanhada de surpresa, ou se é apanhada, não é surpresa nenhuma, antes pelo contrário, é o satisfazer de um sonho íntimo e tal. Eu sei que estou a ser maldoso, mas os factos especulados são para ser relatados sem omissão. Sobre a miúda do estendal, apanhada de surpresa, devo acrescentar apenas que é desdentada. Eu não aprecio miúdas desdentadas, até porque depois não são capazes de dar umas trincadelas sensuais na carne alheia, mas deve haver quem aprecie profundamente miúdas desdentadas. Provavelmente, especulo eu, por razões de ordem técnica no decorrer de algumas actividades mais em privado. Neste mundo, há de tudo, como sabemos. Mas, recordo-me agora de uma história de uma miúda que foi, de facto, surpreendida com os pêlos púbicos arejados. Contaram-me há anos atrás e acredito piamente que a história é mesmo um facto. Passo a descrever. M (nome fictício para preservar a identidade de uma miúda que eu nunca conheci nem me lembro do nome) era uma estudante universitária e, tal como a maior parte das estudantes universitárias, transformou-se rapidamente numa galdéria espevitada e aluada (das que uivam à lua). Longe dos pais, a liberdade esticou-se até não poder mais, até aos limites de tudo o que pudesse ter limites. Certo dia, mais um dia daqueles dias banais feitos de aventuras e traquinices, juntou um grupo de amigos no apartamento alugado, na cidade. Amigos e amigas, que resolveram proporcionar uns aos outros uma actividade lúdica, recreativa e desportiva, banalmente conhecida como orgia. Para os que não sabem o que é uma orgia, é tipo numa festa com vinte lésbicas de olhos vendados dentro de um tanque cheio de peixes e enguias. Uma festança! Ora, calhou que, nesse mesmo dia, e não noutro, os dedicados pais que lhe sustentavam os estudos e o apartamento, resolveram vir de lá do sol-posto, qual caravana em peregrinação, para fazer uma visita de surpresa à adorada filha universitária. Vieram, chegaram, bateram à porta e foram atendidos por uma filha toda nua, com um fundo de jovens possuídos e desabridos, todos nus e suados, com música ambiente de gemidos e garrafas a tilintar. A isto, sim, chama-se uma “surprise” e uma miúda surpreendida! pickwick
tags no estendal: , , , ,
publicado por riverfl0w às 18:24
link | tocar à trombeta | favorito
|
Sábado, 25 de Setembro de 2004
Livro Amarelo
Quero escrever no Livro Amarelo. O das reclamações. Onde se pode cuspir tudo e nem é preciso guardanapo para limpar os pingos dos beiços. Quero reclamar, agora e já, por causa do maldito Internet Explorer. Faltava um minuto para as doze belas badaladas que marcam o fim de um dia e o princípio de outro, e urgia “postar” ainda dentro do dia 24. Vinte e quatro! Eis senão quando, vindo da escuridão do maléfico XP, salta uma janelinha perversa, a anunciar a boa nova: um problema com o Internet Explorer e vai encerrar o mesmo e tal. Ora, um gajo não tem como se vingar. Um gajo não tem em quem bater com a cadeira. Um gajo nem tem licença para usar a caçadeira que também não tem. Um gajo assim morde-se todo de raiva e pouco mais pode fazer. Não se admite… um “post” exactamente à meia-noite! Não há consideração, é o que eu acho! Não há! Um minuto mais cedo e não ficava um buraco no dia vinte e quatro, ali no belo do calendário! Ora bolas! pickwick
tags no estendal: , ,
publicado por riverfl0w às 00:11
link | tocar à trombeta | favorito
|