Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
procurar na gaveta
 
roupa no estendal

A flash of lightning…

Second chance date

Um cheirinho à noite

Uma questão de espírito.....

Novas teorias dos incêndi...

No espírito da gazela

Combinação imperfeita

A mulher da minha vida

Os pernis desequilibrista...

A fuga

O estado da barriguinha

Banho de leggings

Deslumbramentos

A mulher de laranja

Mistérios do Corpo Femini...

roupa famosa

Teoria do Caos

O spiderman fez-me chorar...

Contadores de Anedotas

Quiche Lorraine

É na boa

Dez coisas que hoje me irritaram...

A Síndrome de Arlete

Generation Buraca

Feel like doin' it?

roupa na gaveta

Março 2014

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Fevereiro 2006

Novembro 2005

Agosto 2005

Abril 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004


escreve-nos! já!

arautosdoestendal@gmail

3 dabliús
tags no estendal

todas as tags

Powered by Technorati

Quarta-feira, 15 de Fevereiro de 2006
Recrutamento para os HDL

Encontra-se em jovial andamento a fase recrutamento de pessoal altamente especializado e motivado para uma nova instituição portuguesa, da qual sou o seu modesto e caridoso fundador, denominada HDL. Leia-se “Homens Do Lixo”. Esta inovadora instituição, mais conhecida por HDL, que procura técnicos para preencher os seus quadros de pessoal, tem um leque de acção diverso, assente em motivações de carácter altamente patriótico, como a limpeza do lixo. Assim, a acção desta instituição será dividida em duas fases distintas, perfeitamente delimitadas temporalmente, a saber:

Fase 1 - Lixo de Grau 1

A HDL formará equipas especializadas que, de forma sistemática e concertada, infligirá no lixo humano primário deste país o salutar método da amputação/corte, como forma de proteger a sociedade da podridão inerente ao lixo. Este método consiste em:

a) Amputar as mãos (ambas) aos que se vejam envolvidos (como protagonistas e executantes) em casos de violência que atentem, em primeira instância, contra a integridade física de qualquer cidadão do mundo, em território nacional. Sem mãos, não há muito a temer. Ou seja, assaltos ou ajustes de contas à mão armada, violência gratuita contra humanos, tentativa ou ameaça ou concretização de homicídio, violação, e outras delícias do mesmo calibre. Válida a partir dos 14 anos de idade.

b) Cortar definitivamente os tendões de Aquiles aos que se vejam envolvidos em acções que visem atingir liberdades e propriedades alheias. Sem tendões, só mesmo de cadeirinha de rodas. Ou seja, assaltos, roubos, gamanços, etc. Válida a partir dos 11 anos de idade.

As equipas da HDL receberão, primariamente, instrução na arte do corte de carnes e ossadas, no Talho Salsicha Boa, propriedade da D. Clementina, que muito gentilmente acedeu colaborar como benemérita da HDL. Os homens trajarão fato-macaco preto, com gorro passa-montanha, e botas com biqueira de aço. Sem óculos escuros (é muito gay). Os homens da HDL actuarão, principalmente, em estabelecimentos prisionais, esquadras e postos das várias polícias, e à saída de tribunais. A Fase 1 terá a duração de 11 meses.

Fase 2 - Lixo de Grau 2

Os técnicos da HDL, também conhecidos (e já temidos) no sub-mundo do crime por “Homens Do Lixo”, já possuidores de uma vasta experiência no terreno, proporcionada na Fase 1, organizar-se-ão novamente em equipas, desta feita trajados de fato preto e gravata (sem óculos escuros, claro). O saldo altamente positivo alcançado com as missões da Fase 1, será catalizador de uma motivação inabalável das equipas, garante à priori do sucesso futuro. Nesta fase, as equipas da HDL assegurarão, em todo o território nacional, a aplicação das seguintes medidas:

a) Reestruturação da rede de estabelecimentos prisionais. A saber, a criação de cadeias niveladas por simulação social. Isto é, a cadeia A funciona com simulação de nível 1, correspondente à ausência de direitos básicos para além dos necessários à sobrevivência, implicando celas individuais e impossibilidade de contactos com outros reclusos, destinada àqueles incapazes de integrar um modelo social funcional. Na cadeia B funciona com um nível 2, onde há uma organização social primária, funções sociais distribuídas por todos, com melhoria dos direitos de cada um em função do seu desempenho. Na cadeia C, de nível 3, funciona um regime idêntico ao de qualquer sociedade, sem restrições além da proibição para sair do estabelecimento, com empregos, remunerações, formação, e todo o tipo de profissões necessárias ao funcionamento de uma pequena sociedade. A degradação de comportamento ou renúncia na sujeição às regras determinam a descida de nível, logo a mudança de estabelecimento prisional. A idade mínima para recolher a um estabelecimento prisional será de 10 anos.

b) Radicalização das consequências da corrupção pública. Eliminada a estúpida limitação de 25 anos nas penas a aplicar por delitos, os funcionários públicos envolvidos em corrupção verão as suas penas multiplicadas por cinco, em relação à alínea

c). Isto é, se a um cidadão normal fosse aplicada uma pena de 3 anos por falsificação de documentos, a um funcionário público seria aplicada uma pena de 5x3=15 anos. Aplicável igualmente a polícias, magistrados, detentores de cargos políticos, etc.

c) Radicalização das consequências da corrupção. Agravamento de todas as penas que impliquem corrupção. Multiplicar por 10 em relação ao que está em vigor presentemente, parece razoável. As situações de fuga a impostos serão penalizadas barbaramente, com apreensão de bens, congelamento de contas, e detenção prisional.

d) Prevenção prematura da delinquência. A partir dos 6 anos de idade, todos os casos que indiciem uma provável queda para a delinquência serão alvo de acompanhamento especial e actuação incisiva por parte das equipas da HDL. Aos progenitores de menores protagonistas de casos de delinquência, serão aplicadas penas com o dobro da duração que lhes seriam aplicadas no caso de serem eles próprios a cometer os delitos. Serão exterminados, definitivamente, todos os estabelecimentos com denominações e objectivos que se assemelhem a “integração social” ou outra palermice que o valha.

e) Caça ao pensamento anárquico. Os pensadores anárquicos serão perseguidos e subtraídos à sociedade. Por pensamento anárquico, entende-se a renúncia e desprezo por qualquer tipo de autoridade ou regra imposta. Passar sinais vermelhos intencionalmente, ignorar ordem a polícia para parar, desobediência a qualquer responsável pela ordem, entre muitos outros, serão motivos para encaminhar os iluminados para a rede de estabelecimentos prisionais.

(sim, claro que ando chateado...) pickwick

tags no estendal: , ,
publicado por riverfl0w às 14:15
link | tocar à trombeta | favorito
|