Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
procurar na gaveta
 
roupa no estendal

A flash of lightning…

Second chance date

Um cheirinho à noite

Uma questão de espírito.....

Novas teorias dos incêndi...

No espírito da gazela

Combinação imperfeita

A mulher da minha vida

Os pernis desequilibrista...

A fuga

O estado da barriguinha

Banho de leggings

Deslumbramentos

A mulher de laranja

Mistérios do Corpo Femini...

roupa famosa

Teoria do Caos

O spiderman fez-me chorar...

Contadores de Anedotas

Quiche Lorraine

É na boa

Dez coisas que hoje me irritaram...

A Síndrome de Arlete

Generation Buraca

Feel like doin' it?

roupa na gaveta

Março 2014

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Fevereiro 2006

Novembro 2005

Agosto 2005

Abril 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004


escreve-nos! já!

arautosdoestendal@gmail

3 dabliús
tags no estendal

todas as tags

Powered by Technorati

Terça-feira, 17 de Julho de 2012
Leggings para cima

Depois de ter aprendido com a Liliana o que são umas leggings, um gajo sente-se logo à vontade para divagar sobre esse adereço modernaço.
Assim que dei os primeiros dez passos dentro do Pingo Doce, esbarrei-me visualmente com uma jovem funcionária de rabo alçado a ajeitar uma pilha de cestos. Era loira e usava leggings.


Ainda eu estava com o cérebro a processar a informação (toma nota, são leggings, são pretas, é loira, são pretas, leggings, ui, pretas, loira, coiso), quando a moça abandona a pilha de cestos a puxar as leggings para cima.


Eu não sabia que as leggings se puxavam para cima. Quem as puxa para cima, é porque, em primeiro lugar, elas deslizaram para baixo. Eu não sabia disso. Liliana, não me ensinaste a coisa toda! Assim, um gajo é apanhado de surpresa, como quem aprende uma receita nova para um bolo, mas não sabe que tem que acender o forno.


Dado o traçado muito positivo da anatomia da moça, perfeitamente visível em meia dúzia de movimentos de antílope, fiquei intrigado. Será que comprou as leggings antes de começar uma dieta rigorosa e agora aquilo escorrega-lhe por entre as nádegas qual faca na manteiga? Será que as nádegas são tão gelatinosas que qualquer movimento reformata o conjunto traseiro a tal ponto que as leggings perdem o norte e caem por si? Será que o material é pouco elástico e o fecho metálico no tornozelo prende de tal forma as leggings às canelas que a cintura descai assim que a moça se dobra para a frente? (sim, reparei no fecho metálico no tornozelo) Será que simplesmente eram umas leggings novas e o gesto resultou de uma preocupação instintiva com o correcto posicionamento do material em relação ao corpo? Não sei, não sei… Mas este desconhecimento atormenta-me a alma… pickwick

 

Actualização - Comentário científico da Liliana: claro que as leggings se puxam para cima, ora essa!, mas normalmente isso acontece quando o número não é o ideal ou se está há muitas horas com elas e com o suor e afins elas deslizam.

tags no estendal: , , , ,
publicado por pickwick às 23:42
link | tocar à trombeta | favorito
|